Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

27.06.13

Pessoas de quem tenho saudades


imsilva

2237.jpg

 

Esta manhã, não sei bem porquê, lembrei-me de uma pessoa que não vejo há alguns anos, e de repente vi-me rodeada de lembranças de outras tantas, que depois de terem cruzado o meu caminho, por um motivo ou por outro deixei de ver. Algumas, infelizmente nunca mais verei, mas outras, porque simplesmente a vida levou-as por outro caminho e não deixaram como contactá-las. É um belo conjunto de pessoas das mais variadas idades e gêneros.

Esta pessoa que me levou a estes pensamentos, não era perfeita (como ninguém é) mas era interessante e inteligente, e foi alguém que eu gostei de conhecer, e durante os anos em que privamos, tivemos conversas interessantes, não que concordassemos em tudo (e ainda bem) mas aportou-me conhecimentos e bons momentos de convivio.

Infelizmente, como já referi, a vida dá voltas que nem a inteligência consegue controlar e neste momento não sei nada dela, nem encontro quem saiba.

E pronto, isto levou-me ao velho sentimento português, à saudade, saudade de tanta gente com que me cruzei, gente que me orgulho de ter conhecido, gente que me fez bem, gente de quem eu gostei ( que continuo a gostar) e que espero tenham gostado também de mim. Obrigado por terem existido.

Beijinhos amigos.

Beijinho Ana.

21.06.13

Descendência


imsilva

7ecf1629515f7cbf656b6d9508d3f0a3.jpg

 

A minha filha linda vai ser mãe! O que faz com que eu vá ser avó!

E como é que o tempo passou tão depressa? Como é que as minhas crias já vão ter as suas própias crias?

A vida é realmente fantástica. Eu tive bebés e esses bebés cresceram, e agora são jovens adultos a começar um novo ciclo, a darem ao mundo uma nova geração, que vai fazer de mim avó. E sinto-me assustada, com uma enorme expectativa pelos sentimentos que aí veem a rebolar e a assaltar os meus sentidos.

Creio que as emoções de ser avó, passam um pouco pelas emoções de se ser mãe. Não sabemos muito bem como vão ser, até a criança ter nascido, até a vermos ali tão pequenina e maravilhosa, a gritar e a berrar que é nossa, que quer carinho, protecção e todo o amor a que tem direito. E aí sim, a nossa vida leva com uma mudança, nada vai ser igual, vai existir mais alguém que faz parte de nós, que não estava lá antes, vamos ser mais um à mesa de Natal, e o nosso universo fica maior, mais completo, mais rico, mais barulhento, e a felicidade estica mais um 

bocadinho sempre que isso acontece.

Tenho uma Mãe que foi sempre uma superavó, todos os netos (8) passaram pelos seus cuidados durante bastante tempo, e ela nunca esperou que fosse de outra maneira. Fez parte integrante da sua vida, como se tivesse nascido propositadamente para isso. Gostaria de ser algo parecido na vida dos meus netos, mas os tempos são outros e neste momento não existe a opção de ser avó a tempo inteiro. Mas atenção, não abdico de todo o tempo que puder, nem que tenha que o inventar, e pelos meus cálculos vou ter que inventar mesmo.

Resumindo e concluindo, sabem uma coisa? Vou ser Avó!!! e como se costuma dizer: venha com saúde e perfeitinho!

Darei noticias.