Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

24.01.19

Eu mando


imsilva

frases-imagem-com-frases-lindas-2.jpg    Eu mando!

Acabei de escrever numa mensagem que enviei a alguém “a vida também manda”. E fiquei a cismar nessa frase sem saber bem porquê.

Finalmente percebi! Que frase tão fatela, submissa, derrotista apesar de verdadeira.

A vida tem comandado grande parte da minha existência. Mais do que eu desejaria, porque eu não sabia que também podia mandar nela.

Reconheço a minha ignorância. Mas acordei, e ainda consegui dar-lhe algumas ordens, creio que a tempo.

Essa história de que “tem que ser assim” “não posso fazer nada” faz parte das nossas vidas mais do que deveria, já seja por falta de coragem ou até de valorização, porque não nos valorizamos o suficiente para nos sentir-mos merecedores de algo maior, algo que nos realize, porque nos achamos incapazes de mudar o que realmente podia ser melhor, porque temos medo de mexer com aquilo que achamos que é o equilíbrio do nosso universo. Balelas! Onde está o equilíbrio quando não estamos felizes mais vezes do que seria desejável? Que dá trabalho? De certeza, trabalho no duro. E provavelmente nem sempre com os resultados que gostaríamos, mas não será pior ficar quietinho, infeliz e deixar a vida mandar? Pelo menos, durante o percurso vamos com certeza  sentirmo-nos vivos, acordados e orgulhosos por termos tentado. E quando realmente conseguimos os objectivos, a recompensa será viver melhor, mais de acordo com o nosso ser, aproveitando mais tudo o que nos aparecer pela frente, porque também vamos sentir-nos  mais firmes nas nossas decisões, porque afinal também mandamos na vida, não é só ela que manda em nós.

08.01.19

Olá outra vez!


imsilva

book_old_pen_table_vase_rose_red_76972_1920x1080-e

 

Olá outra vez!

 

Estive muito tempo sem mexer neste blog (5 anos), nem sei bem porquê, mas cá estou novamente (apesar de continuar a não gostar de computorices), e depois de ser avó mais do que uma vez, e de ter que inventar tempo para os netos, tal como já calculava, a minha vida tem seguido o seu trajecto sem muitos sobressaltos, felizmente, mas muito atarefada.

Entretanto as pessoas e as coisas da vida continuam por aí a fazer das suas e a chamar-me a atenção, a tocar-me os sentidos, o espírito, a curiosidade, os sentimentos, a alma e a sentir a necessidade de comentar e opinar sobre elas.

Vou postar alguns textos que escrevi durante este tempo, (com papel e esferográfica, a minha maneira preferida de escrever) e mais alguns que com certeza me irão surgir, não fosse eu estar vivinha da silva e em plenas faculdades mentais.

Se eu conseguir que alguém me leia, que concorde ou não com os meus escritos, que até se reveja neles ou que passe a pensar em algo que até aí não lhe tinha ocorrido, já fico feliz e orgulhosa do que aqui estou a fazer.