Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

26.03.19

0,5% MUUUUITO BOM


imsilva

    Não tenho por hábito falar de futebol, não gosto de ouvir milhões, milhões, milhões, nem percebo do jogo. Também não tenho por hábito falar de política, mas.... tive o azar de estar a ver as noticias. O nosso déficit é de 0,5% !!!! Não percebendo nada do assunto, percebo que tanto o campo da saúde como o da educação estão muito atrapalhados, com falta de profissionais que nos tratem da saúde e da educação dos nossos jovens. Ou seja, para ficarmos bem na fotografia, prejudicamos o que é essencial no andamento da vida do nosso povo. Muuuuuito bom!!!

22.03.19

Desafios burros


imsilva

A burrice e a sua prima ou amiga, ou lá o que é, a mentira, põem-me completamente fora de mim. Até dor de barriga, de coração e de alma me dão. Fico toda esfrangalhada. Normalmente, a pessoa que tem esses magníficos atributos, passa-me ao lado e não ocupa lugar nos meus pensamentos,mas quando tenho que lidar e comunicar com ela, como faço? A vida põe-nos desafios à frente que, ou os ultrapassamos, ou vamos parar a psicoterapia por um tempinho. Eu tenho andado a ultrapassá-los conforme posso, porque (acreditem) não tenho outro remédio, e leva-me a dizer bem alto "viva eu"

wood-1635595_960_720.jpg

P.S  A burrice a que me refiro é aquela que vem do xico espertismo, pessoas que são espertas demais para umas coisas e para outras fazem-se burras. 

18.03.19

Domingo à noite


imsilva

Saímos mais cedo do que o habitual do trabalho. Às 22,30 estamos em casa. Vamos para o aconchego do sofá. Ele vai para a televisão, ver uns homens aos gritos por causa de outros homens que andam a correr atrás de uma bola (?), e eu abro o computador, disposta a descobrir novos blogs de pessoas que não gritam, pelo menos aos meus ouvidos.

Num intervalo dos tais homens aos gritos, ele faz zapping e aparece no ecrã da televisão, um homen e uma mulher, aparentemente nus (e estavam) estavam deitados numa espécie de armário ou coisa que o valha. O homen entretanto, com um ar um bocadinho aflito levanta-se e com um bocado de madeira, tapa as suas miudezas e encostado à parede vai não sei onde, não sem antes mostrar um peludo traseiro, que realmente eu não tinha pedido para ver.

A única coisa que eu tentei descobrir, foi que raio  de programa era aquele. E vi que se chamava "Começar de novo". Cheirou-me a reality e seguimos para a nossa vida, ele ao seu programa de homens aos gritos e eu para o meu computador.

Mas não resisti ! Hoje tive que ir ver o que realmente era aquilo, e fui espreitar. Quanto é que vos teriam que pagar para fazer aquelas figuras? Algum valor vos faria fazer aquelas figuras?

Aplaudo a R T P que não se rendeu a este tipo de tristes espectáculos.

IMG_1479.JPG

 

11.03.19

Televisão pobre de espirito


imsilva

O nosso povo é assim tão pobre de espirito? Não quis acreditar nas personagens que vi ontem na televisão. Antes tivesse ido trabalhar,que não fui por estar extremamente cansada, e por isso ter-me posto à frente da televisão à espera de distração. As mães que querem casar os filhos...ok... podem entrar numa brincadeira, apesar de foleira. Mas, quem escolheu aquelas santas daquelas miudas? aquelas maravilhosas fatiotas? Espero bem que não tenha sido a produção do programa, ou vou ficar seriamente preocupada com os profissionais que por lá andam. No fundo senti-me gozada, porque um programa mediano, daquele género, tem que ser minimamente coerente. Ora dizia a apresentadora que tinham escolhido muito atentamente, as candidatas para cada um dos candidatos,A sério???? então se não tivesse sido atentamente, teria corrido melhor? Sinceramente, senti-me envergonhada.

08.03.19

Dia de quê???


imsilva

Acabei de ler um texto no FB, sobre o dia da mulher, que apaudi de pé. Não vou transcrevê-lo porque ficaria mal e ainda era processada.

Numa época em que se grita e exige igualdade, em que se quer a dignidade como rainha, como é que se admite um dia da mulher? e então os outros todos, são o quê? dias do homem?

Sei que há uma homenagem subentendida neste dia, e merecida, mas vá-lá, não nos façam sentir agradecidas por termos um dia só nosso. ( Ainda se fosse um dia, em que não tivessemos que ir trabalhar, em que não  tivessemos que nos preocupar com as crianças, e o passássemos num SPA, com tudo a que temos direito, então... pronto...ok...) Mas não, querem que andemos aí com um sorriso de circunstância na cara e uma flor na mão.

Desculpem, eu sou mulher 365 ( às vezes 366 ) dias no ano. Uns dias com mais vontade do que outros, outros com mais gana do que outros, e ainda outros com mais satisfação do que outros ( desculpem as repetições) mas todos os dias estou lá, porque nem no carnaval me gosto de mascarar.

E o orgulho de ser mulher, esse é muito grande,o que não quer dizer que ache graça a ter um dia para recordá-lo, não preciso disso.

 Imaginem só o cenário : "Mulheres fazem greve, para tal decidiram ficar uma semana a dormir" Isso é que era, ver os homens a puxar os cabelos (os que os têm) a entrarem em parafuso e depressão.

Acho que o cenário é demasiado caótico, vamos lá regressar à realidade, porque há homens, verdade seja dita, que provavelmente não lhes faria assim tanta diferença.

Isto tudo para marcar a minha posição. Quem não concordar, faça favor de dar um desconto, afinal todos temos direito a uma opinião!

20190131_122607[83].jpg

 

08.03.19

Follow Friday


imsilva

Desculpem, mas tenho que repetir o nome de Cristina Nobre Soares, só que desta vez em "Mais de 40". Li todas as entrevistas e adorei. Não é todos os dias que ouvimos jovens com mais de 40 anos a falar do que é ir andando pelos anos, aprendendo novas competências, que tanta falta faz às vezes, às mais novas. A sensatez e a tranquilidade são algumas delas. Revi-me completamente em muitos dos depoimentos, não fosse eu já ter + de 50 e - de 60 ( por pouco tempo). Está feito, este é o meu voto! https://maisde40.blogs.sapo.pt

IMG_1473.JPG

 

07.03.19

Como ajudar?


imsilva

Estava aqui na dúvida se devia escrever este post, e pensei , toda a gente opina fortemente sobre o assunto que está na ordem do dia, e eu consigo vê-lo de outra perspectiva. Estamos com imagens de mulheres maltratadas por tudo quanto é sítio, mas será que aquelas que realmente estão com nódoas negras acham que isso faz alguma coisa por elas? Acreditam que falar disto noite e dia, criar dias de luto e pôr fotografias a fingir à direita e à esquerda, vai fazer com que alguém deixe de maltratar quem entende? Essas pessoas (sejam homens ou mulheres) vão continuar a fazer as coisas à sua maneira. Não creio ser dona da solução para resolver o problema, mas, creio que alertar , apoiar, ajudar quem possa sofrer este género de tratamentos ( sejam físicos ou psicológicos) faz muito mais sentido. Estarmos mais alertas para com as pessoas que nos rodeiam, ou que passam pela nossa vida, faz muito mais sentido. Estas pessoas têm família, amigos, vizinhos, vamos estar mais atentos, agir quando necessário,denunciar quando necessário, gritar quando necessário e dar com uma cadeira nos costados de alguém se necessário. Vamos ajudar as vítimas a enfrentar o problema, às vezes uma palavra de alguém que se preocupa pode fazer milagres. Não sei se será a solução, mas talvez seja mais efectivo do que o festival que para aí vai.

download.jpg