Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

31.05.19

Já arejei!


imsilva

Respirei, fui ao mar (há quanto tempo) relaxei, e agora vamos lá à vida que a morte está certa. Preparados ou não, vamos começar a maratona do Verão, e quando Setembro chegar,( soa a canção) esperamos estar vivos, e de certeza, com vontade de outro break.

27.05.19

Dias para arejar


imsilva

Com muuuuita necessidade de arejamento, vamos arejar para fora de casa, senão, não há arejamento possível.

Grande problema ; qual o livro que vou levar ? Há requisitos a cumprir, tem que ser grande (+-500 pg), tem que ser leve qb, tem que ser uma história que me deixe bem disposta, ou seja, não pode ser sobre gente neurótica, com grandes problemas existênciais. Como em casa tenho uma biblioteca com muitos livros ainda por ler, vou à procura de uns quantos, para escolher um que corresponda às expectativas.

A caixa de borboleta-Santa Montefiore

A Arca-Victoria Hislop

A Montanha entre nós-Charles Martim

A praia das pétalas de rosa-Dorothy Koomsom

Morte Súbita-J.K.Rowling

Depois de dar uma vista de olhos às primeiras páginas, decidi-me por A Arca. Passado na Grécia, vou fingir que estou por lá.

Bom descanso para mim, e boa semana para todos!

5-livros-desenvolvimento-pessoal1.jpeg

 

24.05.19

Expo 98 Lembram-se?


imsilva

Foi uma das paixões do pessoal lá de casa. Maravilhou-nos, fomos sempre que podemos, sozinhos ou com filhos.

Foi mesmo um evento muito bem conseguido. Mas não me deixaram despedir-me dele. No último dia, combinamos ir com a minha irmã. Eu trabalhava numa loja, saí às 7 horas e seguimos logo, com a firme convicção de que jantaríamos lá. Soubéssemos nós! Um caminho que normalmente nos levaria 50 minutos, levou-nos “5 HORAS”. Tive que pensar bem, enquanto estou a escrever este post, porque até eu duvido da veracidade do horário, mas não há volta a dar, foi mesmo assim. No túnel do Grilo ficámos “3 HORAS”, valeu-nos um pacote de bolachas que tínhamos no carro, e a diversão que foi (não tivemos outro remédio) os golos do Benfica, que estava a jogar. As pessoas estavam fora dos carros, e cada vez que marcavam, era ouvir as buzinas, e a gritaria gerada pela alegria, que não creio que fosse só de benfiquistas, mas já que estávamos todos enfiados no mesmo túnel, eu creio que foi de solidariedade.

Chegámos à Rotunda dos Olivais às “24 HORAS”. Mesmo a tempo de vermos o fogo de artifício (entre os prédios). Continuava a haver uma fila enorme em direcção ao nosso destino, e quase a chorar , de fome e não só, desistimos e fomos para as docas ver se comíamos alguma coisa, porque também somos filhos de Deus.

images (2).jpg

images (3).jpg

images (1).jpg

 

17.05.19

Mais um Follow Friday


imsilva

Há alguém neste universo de blogs, que gosto de acompanhar (não só, mas tem que ser um de cada vez). É alguém que mostra uma força que admiro, e que causticamente, mas também com um sentido de humor muito caracteristico, me alerta para certas coisas enquanto me diverte a rodos. A nossa amiga https://amarquesademarvila.blogs.sapo.pt . Creio que já muita gente conhece, mas para quem não teve o prazer, fica a dica.

20190506_124102.jpg

 

16.05.19

Comentários.....


imsilva

 Bem, hoje saí na rifa de alguns. Em vez de tentar publicar alguma coisa, hoje estive na cusquice, e como consequência, toca de comentar para a esquerda, para a direita, para cima e para baixo. Para alguns foi autênticos testamentos, sermões dominicais, conselhos de avózinha e sei lá eu que mais. Mas a realidade é que me deu muito prazer, tive necessidade disso,porque senti que havia pessoas a precisar de um abanão amigo, só que acho que abusei, afinal eram só comentários ....

301.jpg

 

11.05.19

A mantinha da avó


imsilva

20190510_172709.jpg

A minha mãe está com problemas de mobilidade, portanto não pode andar o que costumava andar, e tem que estar sentada mais tempo do que é habitual. Pedi-lhe ajuda para fazer umas camisolas para as minhas filhas em Dezembro, e vai fazendo outras coisas, mas não chega, tinha que a interessar por mais alguma coisa, "UMA MANTA". As netas já disseram "também queremos" e assim já há trabalho para mais uns tempos!

09.05.19

A chaleira não ferve!!!!


imsilva

Para provar o que toda a gente já sabe, a água não ferve quando estamos a olhar, vou transcrever um excerto do livro "Três homens num bote". Pusemos a chaleira a aquecer na popa do barco e retirámo-nos todos para a proa, fingindo que não víamos e que estávamos muito ocupados a tirar do cesto todos os outros acessórios. Só deste modo se consegue, no Tamisa, que uma chaleira se resolva a ferver. Se ela percebe que se deseja com impaciência que ele ferva, nunca mais se resolve a isso. Temos de nos afastar e começar a nossa refeição com se não quisessemos tomar chá. Nem mesmo devemos olhar para o lado em que a chaleira está. Só assim ouviremos, momentos depois, a água ferver em cachão, ansiosa por se transformar em chá. Também é um bom sistema, quando se está com muita pressa, dizer uns aos outros en voz bem alta que não se quer chá. Aproximamo-nos da chaleira de modo que ela possa ouvir-nos, gritando muito alto: "Eu não quero chá. E tu Jorge?" Ao que o Jorge responde: "Não , eu não gosto de chá. Vamos beber antes uma limonada. O chá é muito indigesto.". Imediatamente a chaleira transborda e apaga o fogareiro.

É ou não é?

IMG_1417.JPG

 

06.05.19

Ser mãe!


imsilva

Ontem foi dia da mãe, a minha filha hoje faz anos e também é mãe.

É dela que eu quero falar hoje, e não é por fazer anos, mas por ser a mãe que é.

Como ela diz, há 5 anos que não dorme descansada, esteve 5 anos a dar de mamar, engravidou quando ainda dava de mamar ao mais velho, que já tinha dois anos, e só agora há muito pouco tempo é que conseguiu que o mais novo, que vai fazer agora 3 anos, deixasse também.

Sempre senti que é como mãe, que mais se realiza, que mais se sente feliz, que é o papel que melhor lhe assenta. Mas também a sinto cansada, com necessidade de de vez em quando encontrar quem ela era antes dos filhos.

Ela está sempre para eles, e eles não a largam, parecem lapas agarrados à rocha em que sempre viveram. Claro que ela trabalha, e eles também têm um pai sempre presente, mas a mãe......

Gostava de ter uma varinha mágica,(daquelas das fadas) e de vez em quando, oferecer-lhe uma semana de bons sonos, um diazinho num spa, um dia livre sem filhos, e dizem-me vocês, isso não é assim tão difícil, não, não é, mas não mora ao pé de mim, e a minha disponibilidade é demasiado curta, para além de que cada caso é um caso e neste parece mais fácil de que realmente é.

Filha posso te dizer, que esta fase está a passar, dentro de pouco tempo já estarão mais crescidos, mais independentes, as noites vão ser mais fáceis e tudo vai ficar ainda melhor. 

Isto foram os pensamentos que hoje me assaltaram, estive com ela e foi assim que me senti, com uma vontade enorme de a mandar dar uma volta, com regresso só daqui a uma semana, mas não pode ser, ficou a intenção. A melhor das intenções! Tem um resto de dia feliz.

20190506_123456.jpg

 

Pág. 1/2