Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

Mais dos pássaros!

Resumo de 9 semanas e meia dum desafio marado

Novembro 12, 2019

imsilva

passaro-de-casal-dos-desenhos-animados-em-um-galho

Tenho feito um apanhado dos vários textos do desafio desde que começou.

Quanto a mim, estou a adorar. Tenho aprendido imenso, e descoberto variantes e uma certa facilidade na escrita que desconhecia.

Há semanas em que os temas são muito encaixotados, e dificilmente se consegue saltar para fora da caixa. Já outras consegue-se uma liberdade de pensamento, que se traduz em textos mirabolantes.

Por norma há 1, 2 ou 3 que se destacam todas as semanas, nem sempre sendo os mesmos, obviamente.

Tenho-os classificado com estrelas (não as que ponho nos comentários, que é sempre uma). Já classifiquei alguns com 2 estrelas, (muitíssimos poucos), acreditando piamente que nem todas as semanas a disposição e a criatividade estão em alta. A norma são 3 ou 4 (estas maioritáriamente), e os que se destacam com 5. Logicamente, que estas classificações são só para mim, todas as semanas preencho uma folha com os nomes de todos os blogs que consigo ler, por vezes acompanhados por 2 ou 3 palavras que descrevam o enredo do texto.

Sinto pouca interação por parte dos participantes (não todos, mas a maioria). Eu tenho me esmiufrado para conseguir ler todos os textos, e comentá-los, o que nem sempre  é conseguido, uma vez que há sempre textos que me escapam, com muita pena minha, mas é um prazer ler o que outras pessoas fazem com os mesmos temas, e as voltas que lhes dão.

Não sei se repararam, mas as 9 semanas e meia, fazem todo o sentido para alguns dos participantes, que bem têm apimentado os assuntos temáticos.

Vamos ter esperança nos temas que faltam, vamos acreditar que os pássaros com o passar do tempo vão criando juizo, e vão-nos dar temas mais ajuizados.

Novembro 08, 2019

imsilva

b71100a74ca63f046a80048f7da9d8aa.jpg

Neste momento da minha vida, acordar nua, sem me recordar de nada, numa ilha deserta, seria uma bênção.

Desde que o meu pai teve um AVC no dia 26 de Outubro, que a minha vida está parecida com a política do nosso país, um caos. Entre trabalho e apoio aos meus pais, não há descanso. Tenho 2 irmãos e a coisa está a ser feita entre os três, mas mesmo assim não está fácil. Porque raio os meus pais não tiveram 10 filhos? Agora teria dado um jeitão, já na altura das partilhas…se calhar é melhor não.

Por isso acordar nua sem me recordar de nada, numa ilha deserta, acreditem ia saber mesmo bem. Desde que estivesse calor, nem a nudez me incomodaria, quem não quisesse ver, não olhasse, de qualquer maneira não estaria lá ninguém.

Imagino-me a comer frutas tropicais directamente das árvores, sem passar pelo mercado, (o que é estranho, porque nem sequer gosto desse tipo de frutas) e a dar grandes mergulhos num mar cristalino (o que também é estranho, porque nem sequer sei nadar) mas neste momento vale tudo.

Aquilo que eu consigo imaginar melhor é, o Brad Pitt a aparecer por detrás de uma palmeira com o por do sol a delinear-lhe a figura, também nu, pois claro (só para eu não me sentir envergonhada). Logicamente que escolhi um pãozinho de mais de 50 anos, porque um rapazinho de 20, lamento, mas não tem a mesma graça, deve de ser do fermento, que naquela época era de uma outra qualidade, atenção nada contra, mas com a minha idade aprecia-se um bom maduro.

Eu estou para aqui a divagar sobre uma miragem que provavelmente me iria cansar ao fim de pouco tempo, quem não está habituado, estranha não é? E dizem vocês “tá parva, cansar? nunca!” Oh meninas...

Pois, o melhor é baixar o pensamento outra vez para dentro da minha vida actual, que o meu marido não é o Brad, mas está lá quase, e fazer o que tem que ser feito, e é se quero a herança…

Novembro 06, 2019

imsilva

Screenshot_20191021-182133_Samsung Internet.jpg

O homem vai-se reformar! 

No meio de todas estas figuras proeminentes do universo político do nosso planeta, porquê é que tinha que ser este a reformar-se? Há prá aí uns quantos a precisarem de ser despedidos, e este que é o despenteadinho mais fofo do pedaço, sai de cena. Não está certo! 

Gosto mesmo do homem e da sua convicção quando abre a boca e grita. Até apetece dizer "Jonh Bercow ao poder". O parlamento londrino não vai ser a mesma coisa...

Novembro 01, 2019

imsilva

20191031_104955.jpg

Carta para mim quando criança

Que te hei-de dizer? Que não tenhas medo, que a vida te vai tratar bem. Sabes? Eu sei o que estou a dizer, porque eu sou tu.

Eras uma criança fechada, com receios infundados do que estava fora, nunca foste afoita, intrépida, nunca foste de arriscar. Ias por onde te diziam que devias ir, pelo menos até uma certa idade, depois descobriste que afinal havia mais caminhos, e que podias decidir por qual ir.

Creio que não sabias que o mundo podia ser mais colorido. Na altura era muito básico, dava-se importância a ter comida, roupa, poder ir à escola e pouco mais.

O teu pai parece austero, não parece? Devias de o ver agora (claro que vês agora, eu sou tu!) sempre carinhoso, protector, a gostar de beijinhos, eu acho que naquela altura também gostava, mas não o demonstrava, era sinal de fraqueza, e isso não se usava. E a tua mãe, sempre a tomar conta de tudo e de todos, quase não tinha tempo para mais nada. Não tendo sido mau, soubessem nessa altura o que hoje sabem, e acho que teria sido algo diferente.

E cresceste bem, rodeada dos livros que a tua tia vos mandava e creio terem ajudado também. Leste que te fartaste, eram “Os cinco” e “Os sete” e tudo o que te viesse parar às mãos. Posso acrescentar que vais continuar a ler pela tua vida fora, e que vais continuar a gostar tanto ou mais. Imagina (talvez não devesse deixar-te antever isto, mas…) que ainda vais alinhar num desafio de escrita de uns pássaros malucos e que vais adorar, apesar de já gostares de escrever, ainda vais aprender a gostar mais.

O que quero realmente te dizer é que tudo vai correr bem, não te posso contar muito mais, porque quero que vivas a surpresa e a descoberta de tudo pelo que vais passar, não te vou facilitar a vida e dizer-te quais as decisões a tomar nesta ou naquela ocasião. Isso vais tu perceber no teu percurso, as lágrimas e as gargalhadas que vais dar, os sentimentos doces e amargos que te vão encher a alma, os amores que vão tomar de assalto o teu coração.

 Confia em ti. Juro que te vais orgulhar de quem vais ser.

Um beijinho no teu coração e um abraço na tua grande alma.

                                                        Eu e tu.

Pág. 2/2

Livro dos contos de natal do Blog

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro dos contos de natal 2 do Blog

Em destaque no SAPO Blogs
pub