Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

15.06.21

As palavras...da minha filha.


imsilva

1bd8982ca2a58aed3437e172f25dd238.jpg

 

Hoje sinto-me triste. Porque a vida também tem disto.

E partilho este sentimento porque sei que sou só mais uma dentro deste tormento.

Ontem, pela primeira vez, saí de palco.

A ansiedade é real.
Cada vez mais real.
Os mais fracos (fortes) pedem ajuda e os mais fortes (fracos) vivem na premissa de que "eu consigo".
Ás vezes tentamos falar com alguém, mas recolhemo-nos por sentirmos que não somos entendidos.

Vivemos inúmeros momentos em que sentimos que atrás de nós está um leão, ou que temos um maluco ao nosso lado a apontar uma pistola direitinha ao nosso crânio. E o nosso coração trabalha a fundo com tudo o que tem. E de que estamos nós a fugir?
Quando explicamos isto, acham que é um grande exagero e que queremos atenção.
Exigimos de nós mesmos cada vez mais, não permitimos que nos vejam como falhados. Deixamos de desfrutar o momento, os momentos, muitos.

Vivo com isto há 10 anos, tenho ataques de ansiedade porque começo a pensar que posso vir a ter um ataque de ansiedade... 🤔 Lupo, feedback, estupidez. Podemos chamar-lhe o que quisermos. Mas é real.

A história bonita é que consegui voltar a entrar em palco, porque tenho gente bonita à minha volta.

O que podemos fazer uns pelos outros? Mais amor? Mais atenção? Mais tempo.

18 comentários

Comentar post

Pág. 1/2