Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

03.12.20

As palavras de Joaquim Pessoa


imsilva

20201022_114434.jpg

 

POEMA VIGÉSIMO SÉTIMO

A vida. Com que palavras a dizes ou
a negas? Com que palavras te entregas?
Nasceste do ovo azul da linguagem,
essa que te beijou a pele e beijará teus olhos.

A tua voz é a voz das palavras. Mas já foi
a voz dos frutos e do chão. Das espigas
e das rosas. A que um dia poisou na fala
e se derrama agora na solidão da página.

A vida continua a torturar-te com palavras
acendendo fogueiras, encenando novos
autos de fé, finos rastos de fria dignidade.

É feito de pedacinhos de sílabas o teu rosto.
São restos de poemas, dor que ainda sorri
à luz que acena dentro dos abraços.

JOAQUIM PESSOA, in GUARDAR O FOGO

 

 

10 comentários

Comentar post