Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

03.01.20

desafio de escrita dos pássaros #16

Divagações de gente grande


imsilva

9642a308595ba1f12fccd37a53d9ee13.jpg

Quantos anos dizes que tenho? ah, pois é, tenho tenho.

E olhamos para dentro e não vemos tantos anos, mas por fora...já não corremos da mesma maneira, e já tomamos uns quantos comprimidos por dia. Afinal tenho esses anos todos. Reconhecemos o orgulho de os termos, e daquilo em que nos transformamos, e afinal gostamos. Mas continuamos à nora, sem sabermos muito bem o que é ser adulto, e o que há a fazer. No entanto podemos divagar sobre o assunto.

Ser adulto é chato! Temos que ser mais responsáveis, mais atinados, fazer a cama, pensar o que vamos cozinhar, ter um emprego (ou mais) e fazer muitas contas para que o dinheiro chegue para tudo, (todos sabemos que não será bem assim para todos...).

Ser adulto é bom! Podemos mandar, e tomar decisões. Fazer o que achamos melhor, sem ter outras pessoas a dizer-nos se o podemos fazer ou não.

Ser adulto é ter saudades! Ter saudades de sermos crianças e de termos menos responsabilidades. É ter saudades de brinquedos, bonecos, jogos, filmes e livros que adoramos, e que entretanto se perderam no tempo.

Ser adulto é fazer cara séria e respondermos como deve de ser, para não sermos apelidados de malucos.

Ser adulto também é sofrimento. É termos a percepção de que as nossas pessoas desaparecem da nossa vida, e não temos uma palavra a dizer sobre o assunto. 

Ser adulto é um curso continuado de sentimentos que sobem e descem ao sabor da vida, quando ela nos põe à frente sustos, desgostos, e felizmente também coisas muito boas que agarramos com ambas as mãos. 

Mas, no fundo a maioria de nós, não sabe o que é ser adulto. Andamos às apalpadelas, a tentarmos ser aquilo que querem que sejamos, a fingir que sabemos o que estamos a fazer. Mas...nem por isso. Valha-nos a inspirição e o improviso que faz com que nos safemos razoavelmente, mesmo sem saber como. 

 

36 comentários

Comentar post

Pág. 1/2