Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

04.10.19

desafio de escrita dos pássaros #4

Escrever ou não escrever...


imsilva

eb1428199baaf481d6a476a6e5a11612.jpg

Comecei a magicar no enredo e conteúdo que hei-de escrever esta semana.

Preparei-me para receber inspiração e ideias, acontecimentos e novidades, surgidas pelo simples facto de eu as necessitar.

Abasteci-me de lápis, previamente afiados e preparados por mim, e de uma bela de uma resma de papel, que coloquei estrategicamente no lado esquerdo da secretária, ao lado do belo candeeiro da avó Júlia.

Entretanto, espreitei lá para fora pela janela, e vi no telhado do vizinho, uns passarocos a palrar, a chilrear ou lá o que é aquilo que costumam fazer. Curiosamente, senti que eles olhavam para mim, directamente nos meus olhos, como se me recriminassem alguma coisa. Desviei o olhar, nitidamente incomodada, e tentei olhar para outro lado, para o lado do mar, que aquela hora estava maravilhoso com o sol a caminhar na sua direcção.

Pus a chaleira ao lume para fazer um chá, que a dissertação literária estava a pedir algum conforto e aconchego, e já com a caneca fumegante na mão, fui-me sentar finalmente à secretária. Nesta altura, já quase no lusco-fusco, acendi a luz do meu belo candeeiro séc.XX, tirei a 1º folha, peguei num lápis, e pensei como é que iria iniciar o texto, o que é que chamaria mais a atenção ao leitor, suposto leitor, o que é que lhe poderia prender e agradar mais ao intelecto?

Quando...um dos passarocos que já tinha visto antes no telhado do vizinho, vem parar à minha janela. Trazia na pata algo, apercebi-me que era um papelinho. Tentei tirá-lo com o máximo cuidado, após o que o pássaro regressou ao seu poiso, ao lado dos seus amigos de penas. Abri o papelinho e li-o, era uma simples frase

   

20190929_085740.jpg

E agora? Agora? Agora nada...afinal os pássaros é que mandam.

51 comentários

Comentar post

Pág. 1/2