Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

01.11.19

desafio de escrita dos pássaros #8

Carta para mim


imsilva

20191031_104955.jpg

Carta para mim quando criança

Que te hei-de dizer? Que não tenhas medo, que a vida te vai tratar bem. Sabes? Eu sei o que estou a dizer, porque eu sou tu.

Eras uma criança fechada, com receios infundados do que estava fora, nunca foste afoita, intrépida, nunca foste de arriscar. Ias por onde te diziam que devias ir, pelo menos até uma certa idade, depois descobriste que afinal havia mais caminhos, e que podias decidir por qual ir.

Creio que não sabias que o mundo podia ser mais colorido. Na altura era muito básico, dava-se importância a ter comida, roupa, poder ir à escola e pouco mais.

O teu pai parece austero, não parece? Devias de o ver agora (claro que vês agora, eu sou tu!) sempre carinhoso, protector, a gostar de beijinhos, eu acho que naquela altura também gostava, mas não o demonstrava, era sinal de fraqueza, e isso não se usava. E a tua mãe, sempre a tomar conta de tudo e de todos, quase não tinha tempo para mais nada. Não tendo sido mau, soubessem nessa altura o que hoje sabem, e acho que teria sido algo diferente.

E cresceste bem, rodeada dos livros que a tua tia vos mandava e creio terem ajudado também. Leste que te fartaste, eram “Os cinco” e “Os sete” e tudo o que te viesse parar às mãos. Posso acrescentar que vais continuar a ler pela tua vida fora, e que vais continuar a gostar tanto ou mais. Imagina (talvez não devesse deixar-te antever isto, mas…) que ainda vais alinhar num desafio de escrita de uns pássaros malucos e que vais adorar, apesar de já gostares de escrever, ainda vais aprender a gostar mais.

O que quero realmente te dizer é que tudo vai correr bem, não te posso contar muito mais, porque quero que vivas a surpresa e a descoberta de tudo pelo que vais passar, não te vou facilitar a vida e dizer-te quais as decisões a tomar nesta ou naquela ocasião. Isso vais tu perceber no teu percurso, as lágrimas e as gargalhadas que vais dar, os sentimentos doces e amargos que te vão encher a alma, os amores que vão tomar de assalto o teu coração.

 Confia em ti. Juro que te vais orgulhar de quem vais ser.

Um beijinho no teu coração e um abraço na tua grande alma.

                                                        Eu e tu.

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2