Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

Março 08, 2019

imsilva

Acabei de ler um texto no FB, sobre o dia da mulher, que apaudi de pé. Não vou transcrevê-lo porque ficaria mal e ainda era processada.

Numa época em que se grita e exige igualdade, em que se quer a dignidade como rainha, como é que se admite um dia da mulher? e então os outros todos, são o quê? dias do homem?

Sei que há uma homenagem subentendida neste dia, e merecida, mas vá-lá, não nos façam sentir agradecidas por termos um dia só nosso. ( Ainda se fosse um dia, em que não tivessemos que ir trabalhar, em que não  tivessemos que nos preocupar com as crianças, e o passássemos num SPA, com tudo a que temos direito, então... pronto...ok...) Mas não, querem que andemos aí com um sorriso de circunstância na cara e uma flor na mão.

Desculpem, eu sou mulher 365 ( às vezes 366 ) dias no ano. Uns dias com mais vontade do que outros, outros com mais gana do que outros, e ainda outros com mais satisfação do que outros ( desculpem as repetições) mas todos os dias estou lá, porque nem no carnaval me gosto de mascarar.

E o orgulho de ser mulher, esse é muito grande,o que não quer dizer que ache graça a ter um dia para recordá-lo, não preciso disso.

 Imaginem só o cenário : "Mulheres fazem greve, para tal decidiram ficar uma semana a dormir" Isso é que era, ver os homens a puxar os cabelos (os que os têm) a entrarem em parafuso e depressão.

Acho que o cenário é demasiado caótico, vamos lá regressar à realidade, porque há homens, verdade seja dita, que provavelmente não lhes faria assim tanta diferença.

Isto tudo para marcar a minha posição. Quem não concordar, faça favor de dar um desconto, afinal todos temos direito a uma opinião!

20190131_122607[83].jpg

 

4 comentários

Comentar post

Livro dos contos de natal do Blog

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro dos contos de natal 2 do Blog

Em destaque no SAPO Blogs
pub