Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

Numa rua estreita

1 Foto, 1 Texto

Fevereiro 23, 2024

imsilva

20231215_124850.jpg

Numa rua estreita, vivia D. Amélia.

Senhora de muita idade, escorreita e independente, fazia a sua vida num pequena casa que apesar de não ter todas as condições desejáveis, servia à velha senhora para a sua pacata e simples vida. D. Amélia não era muito sociável, oferecia críticas a torto e direito, fosse ao município, fosse aos vizinhos, fosse aos passeantes e turistas que com as suas máquinas infernais tiravam fotografias constantemente à rua, ás janelas, às portas, à roupa pendurada nas janelas.

D. Amélia recusou a ajuda da assistência social e de alguns vizinhos, que preocupados, ofereciam-se para qualquer coisa que necessitasse. Mas, a idosa não aceitava, não queria ajuda e não deixava sequer que alguém entrasse na sua casa. Sem família, tinha uma sobrinha que morava no estrangeiro e que não via há anos, fazia as suas parcas compras na loja do Sr. Artur, mesmo ali na esquina e ninguém sabia como ocupava o seus dias. Um dia D.Amélia não se levantou da sua cama, não tinha forças para tal, e uma dor constante no peito não a deixava quase respirar. D. Amélia ficou deitada a pensar que a sua vida acabava ali, não tinha como avisar ou chamar alguém,  mas sentia- se tranquila, sentia que chegava, sentia que o fim era justificado, não tinha mais nada a fazer. Dois dias depois, algumas vizinhas mais atentas aos movimentos da rua, deram pela janelinha da casa da vizinha rabugenta estar fechada e acharam estranho.

 Numa rua estreita, vivia D.Amélia.

22 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Livro dos contos de natal do Blog

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro dos contos de natal 2 do Blog

Em destaque no SAPO Blogs
pub