Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

Vou abrir minhas asas

1 Foto, 1 Texto

Janeiro 19, 2024

imsilva

20231215_124944.jpg

Vou abrir minhas asas e levantar voo em ventanias de coragem e de sonhos

Ventos de esperança atingem-me na cara e sorvo golfadas de ilusões que depressa se esfumam em tempestades de ira

Solto pedras disfuncionais e tento alcançar um lugar que me dê algo em que acreditar

Aceito nesgas de luz, em rasgos de calor com tintes duvidosos de felicidade

e sigo...

Despidas

1 Foto, 1 Texto

Janeiro 12, 2024

imsilva

20231211_175433.jpg

Despidas de folhas, vestidas de luz, estas árvores esperam por outros dias, outros tempos mais quentes, em que se cobrirão novamente de verde folhagem. 

São resilientes, valentes e pacientes. O ser humano precisa urgentemente de aprender algo com estas árvores.

A resiliência para saber suportar o tempo de incerteza, até chegar outro tempo mais certo. A valentia para saber enfrentar os momentos duros sem medos. E a paciência para saber esperar em calma que os passos possam ser dados em segurança.

Para além de tudo isto, estas árvores conseguem ser belas, com ou sem, tudo tem a sua beleza, só temos de olhar sem preconceitos.

Setembro 08, 2023

imsilva

20230908_094104.jpg

Gosto de papel e esferográfica,  e desenhar letras, palavras e frases que traduzam os meus sentimentos.

20230908_094145.jpg

Gosto de olhar para a lombada de um livro que adorei ler, e saber que está ali.

Gosto da antecipação da leitura de um livro ainda não lido.

20230908_095725.jpg

Gosto de pôr as minhas mãos à volta de uma caneca de café quentinho.

20230908_101241.jpg

Gosto do Inverno, de lareira e de mantas.

Hoje são quatro fotografias, elucidativas sobre os meus gostos. Mas, são só as primeiras, mais haverá...

 

...faz chá de limão!

1 Foto, 1 Texto

Agosto 25, 2023

imsilva

20230825_102402.jpg

Limão de tamanho considerável

Quando a vida te dá um limão destes, o meu conselho é, não faças limonada (não tem sumo suficiente, casca muito grossa), faz chá de limão!

No seguimento desta reflexão profunda, tenho a dizer que muito chá de limão é preciso para acalmar, relaxar os sentidos, relativizar a vida e tentar levá-la com o menor prejuízo possível.

Vida, espera por mim

não andes tão depressa

não dás tempo para ver

sentir, olhar,cheirar

só sinto o teu roçar

o teu hálito a passar

num borrão indistinto

já ao longe

a caminho do infinito

 

Escuridão

1 Foto, 1 Texto

Agosto 04, 2023

imsilva

20220524_212312.jpg

Esperou a noite cair, e ao abrigo das sombras caminhou ao longo de ruas e caminhos calmos e silenciosos. Sem destino certo, sentiu-se livre, tranquila, como se tudo estivesse certo e no lugar certo. Estaria? 

Quando o céu já não era negro, um vulto foi descoberto à beira rio. Um corpo parecia dormir, em posição fetal. Parecia tranquilo, e quando olharam o rosto viram um sorriso preso numa face que já não respirava.

 

Nota: Quando desafiei, era para eu própria ter que escrever. No entanto, vejo-me a olhar par o ecrã à sexta-feira só com a foto escolhida. No meio de muita confusão, (esta semana tenho os meus netos cá em casa, fornecedores descarregam material na garagem, e tenho de ir para o trabalho) agarro teclas e letras e escrevo ao som de desenhos animados na tv. As palavras vão surgindo ao ritmo que querem, e vão saindo frases que não comando. O texto não é imagem de nada, só de escrita criativa.

 

 

O mundo...

1 foto, 1 texto

Julho 28, 2023

imsilva

20230720_211458.jpg

À luz mortiça de um candeeiro, olhei para o mundo, e chorei

Vi escuridão, ódio, inveja, fome, ingratidão, desesperança

Vi olhos sem vida, sem brilho, sem amor

Vi corações a sangrar, em sofrimento

E vi um menino a correr com uma flor na mão

Ele não sabia que não era normal andar com uma flor

Ele não sabia, mas a sua inocência deu cor e beleza ao mundo

Um rasto de azuis, verdes e amarelos, ficava no caminho que ele pisava

Raios de sol surgiram, rasgando o cinzento do céu

E houve olhos que se iluminaram, e outros que viram por primeira vez

E houve esperança para o mundo...e eu sorri

 

 

Livro dos contos de natal do Blog

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro dos contos de natal 2 do Blog

Em destaque no SAPO Blogs
pub