Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

07.08.19

Agradecimento geral aos "Cinquentas "


imsilva

20190406_150204 - Cópia (2).jpg

O meu muito obrigado, a todos os bloguistas que aderiraram ao meu desafio "Os cinquentas".      ( 17 blogs, 22 posts)

Independentemente, de ter sido um desafio proposto por mim, foi um enorme prazer ler os textos publicados.   

Sendo o tema o mesmo, a diversidade foi interessantíssima, todos muito bons, uns mais pungentes e emotivos, outros mais canastrões e divertidos, mas todos muito sinceros, escritos com vontade, e creio também com o coração.     

Aliás, creio que todos devem de ter apreciado os textos uns dos outros, e provavelmente ficaram a conhecer-se um pouco mais. Eu pelo menos fiquei!  

Gosto mesmo de ter estes vizinhos neste bairro, ou como costumo dizer, neste cantinho à beira net plantado.

Depois de ter dedicado todos os bocadinhos disponíveis a estar a par de tudo o que se publicava, (não queria perder pevide) vou relaxar um pouco a minha vigilância, (tenho mais que fazer, com muita pena minha). Não vou de férias, e vou continuar a espreitar e talvez a comentar menos, mas vocês são o meu escape ao stress, já que ler é ainda mais complicado.   

Mais uma vez ADOREI, foi muuuuuito bom!   

Eu creio que os "menores" devem de ter ficado com uma inveja descomunal dos "maiores", e devem de adormecer todas as noites a desejar que cheguem depressa os 50s (just kidding...)  

Quem tiver arranjado coragem entretanto, pode continuar a escrever sobre o assunto, houve quem dissesse que talvez o fizesse ainda, e está sempre a tempo.   

Preparem-se, porque acho que já sei qual vai der o desafio para o Natal.

Resmas de beijinhos de agradecimentos.

17.04.19

Obrigada malta


imsilva

Quero fazer um agradecimento geral a esta boa gente que por aqui anda. Não tendo tempo para estar na converseta com amigos, ou para me sentar no café a fofocar, valha-me o Senhor dos blogs, que me permite assistir de bancada a conversas, na sua maioria interessantes e inteligentes, (não precisam de se babar) que preenchem os poucos momentos livres que a minha pessoa consegue ter. E aí está o problema, é que é tão pouco tempo, que não consigo por-me a par de tudo quanto publicam. Quando dou por isso, já vão no milionésimo post, sem me ter apercebido. Mas eu tento, juro que tento. De qualquer maneira, este post é mesmo um agradecimento aos bons momentos que me fazem passar, eu rio, eu choro a rir, eu comovo-me, eu surpreendo-me, eu queria estar cara a cara com alguns de vocês, para verem que entendo os vossos desabafos e que me solidiarizo com eles, ou poder dar aquela gargalhada exigida por alguns dos palhaços (no melhor dos sentidos) que por aqui habitam. Tenho uma série de coisas que gostaria de publicar, mas agora deu-me para isto, senti mesmo necessidade deste desabafo. Sei que não tenho estado com o astral onde devia de estar, prova disso é este texto, mas o astral é mesmo um maluquinho, anda para cima e para baixo, e nós temos que sustentá-lo. Para que não haja especulações, tem um pouco a ver com o "sindrome do ninho vazio" coisa que eu sempre subvalorizei e agora me envergonho por o ter feito, mas isso é assunto para outro post. Tendo os agradecimentos sido destribuidos à direita e a esquerda, para não ferir susceptibilidades, despeço-me com abraços e beijinhos.

p000005567.jpg