Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

07.01.22

Palavras de Alice Vieira


imsilva

FB_IMG_1630482640339.jpg

"Sempre amei por palavras muito mais
do que devia

são um perigo
as palavras

quando as soltamos já não há
regresso possível
ninguém pode não dizer o que já disse
apenas esquecer e o esquecimento acredita
é a mais lenta das feridas mortais
espalha-se insidiosamente pelo nosso corpo
e vai cortando a pele como se um barco
nos atravessasse de madrugada

e de repente acordamos um dia
desprevenidos e completamente
indefesos

um perigo
as palavras

mesmo agora
aparentemente tão tranquilas
neste claro momento em que as deixo em desalinho
sacudindo o pó dos velhos dias
sobre a cama em que te espero"

Alice Vieira
in "O que Dói às Aves", Caminho, 2009

(retrato ilustração de Danuta Wojciechowska).

 

Hoje é dia do leitor, nada melhor do que fazer referência a alguém que soube iniciar muitos jovens (e não só) na leitura.     Obrigada Alice. ❤

04.03.20

Tempo


imsilva

4583a49aea545f1565dae45261296e87.jpg

                  O Tempo

Lembras-te? Falávamos sobre o tempo

Qual tempo?

Aquele que não temos, ou aquele que vimos passar, talvez aquele que pensamos que vamos ter?

Lembras-te? Era meigo e suave, agora é bruto e anda veloz

Qual tempo?

Aquele que prega partidas e se esconde

Aquele que nos envelhece, e depois se esquece de nós

Qual tempo?

O tempo de falar, de amar, de odiar, de sentir

O tempo que escorre entre os dedos

e se entrelaça nos cabelos

Aquele que sentimos na alma antes de ficar vazia

O tempo...

Onde está o tempo? 

Qual tempo?

Não o vejo