Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

31.12.21

Feliz 2022!!!


imsilva

f504b4e4c9454141f72d18002803465f.jpg

 

A partir de amanhã teremos um ano novo a  estrear. O que faremos com ele? Sabemos que vem com um vírus que não nos larga há 2 anos, e rezamos a todos os anjinhos para que seja o seu último ano connosco. Fora isso, tentemos preencher este novo ano com uns raios de bondade, uns grãozinhos de civismo, uns laivos de sensatez, umas pinceladas de amor e uma pitada de respeito por tudo o que habita este planeta. Sejamos bons, sejamos justos, sejamos felizes e pintemos este novo ano com as cores mais bonitas e mais brilhantes que conseguirmos.

Feliz Ano Novo!!!

Feliz 2022!!!

  🌟

 

02.01.21

E se...


imsilva

Screenshot_20210102-085849_Facebook.jpg

- E se o Ano Novo fosse um vento?
- Empurraria para trás tudo o que nos tira a paz.
- E se o Ano Novo fosse um mar?
- Seria maré vazia de ódio e cheia de fé.
- E se o Ano Novo fosse uma estrela?
- Seria luz pura na noite escura.
- E se o Ano Novo fosse um coração?
- Encontraria no amor a sua razão.

Elisabete Bárbara

ilustração de Juan Chavetta

06.04.20

Querido 2020


imsilva

Screenshot_20200328-093515_Facebook.jpg

Lembram-se da sensação da chegada de um novo ano? Da expectativa do que vai acontecer, do que desejamos, do que aí vem? 

Para a próxima tenham mais cuidado com o que desejam! 

Aqui  expresso o que sinto em relação às celebrações da passagem de ano. Nunca na vida pensei que viria a ter tanta razão.

E isto traz-me à memoria uma frase interessante. "Esta mania que a vida tem de trocar as perguntas, quando pensamos que já conhecemos as respostas".

 

31.12.19

Feliz Ano Novo


imsilva

princupe-300x189.jpg

 

Feliz Ano Novo

Passagem de ano; Muita alegria, muita agitação, muita euforia, muita ansiedade, mas já repararam que é sempre em relação ao ano que aí vem? Mas e o ano que  acaba? Sim, esse que ficou gravado nas nossas vidas, marcado na nossa história, no nosso calendário biográfico, marcado com coisas boas ou más, marcas muito boas ou muito más, mas marcas que já fazem parte de nós e que para sempre recordaremos.

        Agora vamos debruçar-nos sobre o novo ano. Esse total desconhecido, inimaginável, ponto de interrogação nas nossas vidas. Vamos ter 365 dias (ou 366) para o descobrir e para o celebrar ou chorar, conforme decorrer.365 dias limpinhos em folha para ser pintados com bonitas cores (ou não). A realidade é que não sabemos, é a maior incógnita da nossa vida, mas teimamos em festejá-lo antecipadamente.

      Então, porque não despedirmo-nos com euforia do que se vai embora, do que já conhecemos, e recebermos o novo com recolhimento e já agora com planos para fazermos dele algo digno de se recordar?

                     Vamos tentar fazer um Feliz Ano Novo