Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

17.06.20

Inquilinos


imsilva

20200615_191028.jpg

Aluguei a portada da janela a esta simpática família de andorinhas.  Pai, mãe e o filhote, do qual só se vê o rabinho.

20200615_191105.jpg

Quando alguma amiga se aproxima para arranjar poiso, leva logo umas bicadinhas,  que fica logo sem vontade de poisar. Isto é que é defender a casa.

 

02.05.20

O dia


imsilva

05071bca94f13b9ba9400db0a46cf486.jpg

Sairam os quatro do edificio.

 Já está - disse o pai 

Está feito  - disse a mãe                                                                         

Tinham acabado de casar. Depois de 14 anos de união, e de dois incriveis filhos, eram marido e mulher.

Olharam para as duas crianças com amor, e para comemorar tiraram uma selfie um tanto ou quanto bizarra, por terem as bocas e os narizes tapados por máscaras. O edificio do Registo Civil ficou por detrás, qual muda testemunha.

Vamos para casa?

Os rapazinhos não estranharam, já estavam a ficar habituados ao confinamento. Aquele dia não iria ser muito diferente. Em vez de irem festejar com a família, ou irem comer a algum sítio todos juntos, iriam para casa.

Mas o que é a nossa casa senão o nosso casulo, o sítio onde está o amor, o conforto e a felicidade?

Haveria tempo para celebrações, muito tempo... 

 

 

02.04.20

Fácil? não!


imsilva

 

64ec0d207a16b308f0fcef28e1840555.jpg

 

Ontem, no face, vi um texto de Marta Gautier . Numa época normal, aplaudiria e concordaria porque eu própria gosto muito de estar em casa. Só que não vivemos tempos normais, e quem está em casa não é por vontade própria, mas sim por imposição exterior. Para além disso, também não é uma estadia isenta de preocupações, grandes preocupações, porque não estamos a viver dos rendimentos, descansadinhas, porque as finanças estão asseguradas, (pelo menos aqui em casa). Não, tudo o que faziamos para termos o sustento assegurado, foi-se! E não sabemos quando poderemos recomeçar. Ou seja, pagar aos funcionários, pagar rendas (plural), vai continuar a acontecer, mesmo sem saber como. 

Eu também estou muito bem em casa, tenho livros, papel e lápis suficientes para ser feliz. Mas para além disso também tenho (grandes) preocupações, que não me deixam usufruir dessa felicidade, aparentemente tão fácil.