Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

23.03.22

Pessoas de quem tenho saudades

12° tema de 52 semanasde 2022


imsilva

2237.jpg

 

 

 

 

Esta manhã, não sei bem porquê, lembrei-me de uma pessoa que não vejo há alguns anos, e de repente vi-me rodeada de lembranças de outras tantas, que depois de terem cruzado o meu caminho, por um motivo ou por outro deixei de ver. Algumas, infelizmente nunca mais verei, mas outras, porque simplesmente a vida levou-as por outro caminho e não deixaram como contactá-las. É um belo conjunto de pessoas das mais variadas idades e gêneros.

Esta pessoa que me levou a estes pensamentos, não era perfeita (como ninguém é) mas era interessante e inteligente, e foi alguém que eu gostei de conhecer, e durante os anos em que privamos, tivemos conversas interessantes, não que concordassemos em tudo (e ainda bem) mas aportou-me conhecimentos e bons momentos de convivio.

Infelizmente, como já referi, a vida dá voltas que nem a inteligência consegue controlar e neste momento não sei nada dela, nem encontro quem saiba.

E pronto, isto levou-me ao velho sentimento português, à saudade, saudade de tanta gente com que me cruzei, gente que me orgulho de ter conhecido, gente que me fez bem, gente de quem eu gostei ( que continuo a gostar) e que espero tenham gostado também de mim. Obrigado por terem existido.

Beijinhos meus amigos.

                                   ❤

 

 

Este texto foi escrito e publicado há uns anos, e achei que fazia todo o sentido neste desafio. Portanto esta é a minha participação no desafio da Ana de Deus

16.03.22

Uma montanha, uma cabana e eu...

11º tema de 52 semanas de 2022


imsilva

 

865516a891b04eab06f3ffb2e1140753.jpg

 

Uma montanha, 

uma montanha alta, 

uma montanha alta e verde,

uma montanha alta, verde e com uma cabana,

uma cabana com grandes almofadões,

uma cabana com mantas fofinhas,

uma cabana com pilhas de livros,

e eu...

 

Participação no desafio da Ana de Deus 

09.03.22

O meu estilo???

10º tema de 52 semanas de 2022


imsilva

f94862e57e9b76807d67d11bc638ea36.jpg

 

Estilo!

A roupa, os gostos, o feitio?

Sinto-me a simplicidade em figura de gente. Vestimenta confortável, nem sonhem com saltos altos, com o tempo criei o hábito de um creme na cara, mas a maquilhagem não quer nada comigo nem eu quero nada com ela. Posso confessar que gosto imenso de um batonzinho, mas como não costuma durar, falta a paciência. O cabelo sofre do mesmo, branco porque é a cor dele, que fazer? 

Pragmatismo a montes, não enrolem, vão direitos ao assunto se faz favor.

Adoro uma bonita paisagem, e o cheiro a natureza, seja mar ou campo. A montra de uma ourivesaria pouco me diz, a não ser que tenha relógios. Privilegio uma noite com um livro a uma noitada com gente a beber copos, o que não quer dizer que não aprecie um jantar com amigos e subsequente serão com uma boa conversa. 

Será suficiente estilo?

Participação no desafio da Ana de Deus

02.03.22

Capitães da areia

9º tema de 52 semanas de 2022


imsilva

20220302_084814.jpg

Neste desafio da Ana de Deus é pedido que falemos de um livro favorito. 

E pergunto eu, alguém tem "1" livro favorito?

Eu poderia falar de uns cem no mínimo. Mas já que tenho de escolher um, escolho "Capitães da areia". Lido por 1º vez na adolescência, e relido mais tarde, foi um abrir de horizontes na altura. Um grupo de miudos a viver ao abandono nas ruas da cidade de Salvador. No areal e no trapiche abandonado vivem, sobrevivem, amam e aprendem a ser homens-meninos no comando de uma tropa à margem da sociedade. 

Uma bela, dramática e lírica historia escrita pelo grande Jorge Amado.

23.02.22

Amizades do coração

8º tema de 52 semanas de 2022


imsilva

0670f7177d682e2cbf9895b6cc52d083.jpg

 

Amizades de coração

Clarinha era muito amiga da Aninhas, de coração. 

Quando Aninhas começou a aceitar os convites para sair do Francisco, por quem a Clarinha estava perdidamente apaixonada, o coração partiu-se, e lá foi a amizade à vida.

Lembram-se com certeza destas amizades, destas inconstâncias da idade, destas injustiças que assistiam tantos jovens.

Hoje, com o passar dos anos, percebemos melhor o que são amizades do coração. Acredito que ainda existam casos destes, mesmo em idades mais avançadas, mas não quero falar dessas, quero falar das que eu sinto, com a minha idade, com a minha percepção, do alto dos direitos que eu própria criei na minha vida.

Podem ser altos, baixos, gordos, magros, ricos, pobres, mulheres, homens, podem ser recentes ou muito antigos, mas se são meus amigos, estão no meu coração.

Posso não lhes ligar no Natal, ou no seu aniversário, e vice-versa, podem morar longe ou perto, mas eu sei que quando os encontrar vou sorrir-lhes com vontade, com carinho e com verdade, e que vamos dar-nos um grande e apertado abraço.

Não me interessam os seus defeitos, tenho amigos que nunca na vida casaria com eles, mas adoro-os na mesma. Respeito-os pelo que são, pelo que foram, e se um dia ficarem em maus lençóis eu vou estar lá, com a mão estendida para o que necessitarem. Como digo, a maioria não vejo há muito tempo, mas podem ter a certeza que isso não interessa nada, porque são os meus amigos de coração. 

 

Participação no desafio da Ana de Deus

   

16.02.22

Felicidade

7º tema de 52


imsilva

20220206_120323.jpg

                                                                                                           A primeira camélia

Esta é a 7° semana do desafio da Ana de Deus. O tema desta semana é a "felicidade"  e esta é a minha participação.

 

Felicidade

Perguntou-me o vento; O que te faz feliz?

- As tuas caricias mornas, os aromas do mar que trazes até mim, os aromas das flores que espalhas e nos fazes chegar aos sentidos.

Perguntou-me a terra; O que te faz feliz?

- Sentir que estás aí, que vives, que respiras, que renasces a cada dia.

Perguntou-me o sol; O que te faz feliz?

- A tua luz, quando no frio me aqueces, quando iluminas a vida para que tudo pareça melhor.

Perguntou-me a água; O que te faz feliz?

A tua frescura quando me matas a sede, quando refrescas e ajudas a reiniciar a terra, quando nos lavas o corpo de cansaços e pó.

Perguntou-me o amor; O que te faz feliz?

- Quando te sinto num olhar, num gesto. Quando o abraço acalma o coração e tudo fica bem. Quando pairas na atmosfera, e te sentimos a rondar as emoções.

Perguntou-me o tempo; O que te faz feliz?

Poder abraçar e beijar os meus. Ouvi-los falar das suas coisas, e saber que estão bem. Ficar a levitar com um livro, acompanhada pelos meus pensamentos.Sentir que por mim passas, que estás aí, que ainda estás aí, e que espero ter-te por mais tempo, a ti que és o tempo.

03.11.21

Desafio "Arte e inspiração" #8

Caras e corações


imsilva

22188311_8ZOjw.jpeg.jpg

Ilustração de moda  -  Almada Negreiros 

 

Quem vê caras não vê corações.

Quem os vê todos bonitos e aperaltados não imagina o que está por detrás. 

Este casal não é o que parece, ou talvez sim, são os maiores traficantes que possam imaginar. Conseguem enganar o padre da freguesia, não que seja muito difícil, e ludibriar o mais inteligente dos mafiosos.

A sua fama vai longe, mas ninguém os conhece, só sabem que existem.

Se aqui os denuncio, é só para que não se fiquem a rir. Agora já todos lhes conhecem os focinhos!

 

Texto no âmbito do desafio da Fátima Bento.

Desculpem! Foi o que se arranjou, só para não falhar esta semana 🤭

27.10.21

Arte e inspiração #7

Aquele beijo...


imsilva

22178133_EmzCE.png

                                     "O beijo"  -  Gustav Klimt

 

Aquele beijo...

Quantos anos passaram?

Quantos dias aconteceram a seguir?

Quantos mais beijos demos depois desse?

Como podem ser tão doces os lábios de alguém?

Depois daquele beijo, os sorrisos ficaram presos nos nossos rostos, e o brilho das estrelas nos nossos olhos. A perspectiva do amanhã ganhou outra cor, a expectativa do que poderia vir a seguir impôs- se nos nossas mentes, nos nossos desejos. 

Um simples beijo...é tanto!

Num simples beijo podemos pôr a alma, os sentidos, e a ânsia de algo grande que não sabemos descrever.

 Num simples beijo pode-se resumir o universo, quando ainda não sabemos que o universo é muito mais. 

Mas...aquele beijo,  foi o início de todos os outros que vieram e de todos os outros que ainda virão. 

 

Texto no âmbito do desafio da Fátima Bento

 

 

 

13.10.21

Desafio "Arte e inspiração" #5

Limbo


imsilva

22170638_ZK2UN.jpeg.jpg

El sueño, Frida Khalo (1940)

De olhos fechados,  sonhei contigo. Miravas-me de um modo que eu não conseguia decifrar.  Pensei se seria amor ou se seria rancor, mas era com certeza um olhar intenso, um olhar perturbante.

Quis acordar, mas as pálpebras pesavam, não as comandava, não me obedeciam.

Senti-me a pairar algures numa outra dimensão, e com vontade de lá ficar. 

Foi quando o meu corpo estremeceu fortemente,  como se um choque eléctrico o tivesse percorrido. Senti o ar a invadir os meus pulmões e acabei por abrir os olhos, um sentimento de medo se apoderou de mim.

Ao abrir os olhos compreendi.

Afinal não eras a morte, mas sim a vida a chamar-me de volta.

 

Texto no âmbito do desafio da Fátima Bento

 

06.10.21

Desafio "Arte e inspiração" #4

Ela


imsilva

22166247_tKJKp.jpeg.jpg

40 anos - Fátima Mano

 

Era o mundo dela, onde se podia perder e encontrar                                                                                  Onde ninguém podia transpor a barreira de intimidade do seu "eu" eterno e maldito

Era a ilusão vívida por cansaço, por abandono da verdade dos outros                                                   onde só a dela era validada, com a volúpia a pairar sobre os sonhos e a transmutar a realidade

Era o mundo dela, e não quereria outro...

 

Texto no âmbito do desafio da Fátima Bento