Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

26.03.21

As cores da vida


imsilva

f32a707c877b9b4ba329bcaf9583952e.jpg

 

Aviso: As cores e a tranquilidade da ilustração são pura e simplesmente para contrastar com as cores e inquietude do texto.

 

Quantos sonhos estão a ser trucidados por esta pandemia?

Quantas mentes se estão a dissolver neste confinamento?

Receio que bastantes mais do que julgamos. 

Vidas em suspenso à espera que o amanhã seja hoje, sem têmpera para esperar o que está para vir e que nunca mais chega.

O raciocínio perde-se no meio das dúvidas e dos medos. No meio da inércia, porque há inércia, porque há realmente vidas paradas que não encontram o botão de reiniciar.

Eu sei que muita gente não deixou de trabalhar e com mais ou menos medo, a sua vida segue practicamente igual, mas há os que pararam completamente, e chegamos a um ponto em que as coisas surgem com cores e sons muito escuros.

Pertenço aos que pararam completamente, mas com a capacidade de aguentar e esperar pacientemente. Mas muitos outros estão a perder essas capacidades, e estão a entrar no campo do desespero. Não me refiro só ao problema monetário, mas aos problemas emocionais que estão a ganhar terreno e a ficar difíceis.

Depois de uma troca de mensagens com alguém muito próximo, tive que que vos trazer esta reflexão, mais como desabafo, porque fiquei preocupada. Isto é real, isto é o mundo neste momento, e não sei o que poderemos fazer...