Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

26.10.22

O que dá cabo de mim!

52 Semanas de 2022 / Semana43


imsilva

20221025_224359.jpg

 

Nestes últimos tempos algo está a dar cabo de mim; Uma tremenda carga emocional algo pesada.

De onde vem isto? Talvez de algum cansaço laboral, talvez da atenção dada aos que estão à minha volta, talvez da saudade que não baixa, até pelo contrário, parece que cada vez mais não entendo porque não está. Talvez porque existe um pai que nos necessita e que nos preocupa dia a dia, porque só o dia a dia conta neste momento.

Sob uma sensibilidade extrema, vou caminhando, andando pelos trilhos, por vezes sobre brasas incandescentes, e nem uns dias de viajem com pessoas excepcionais, em maravilhosas paisagens conseguiu que a carga aliviasse. 

Não posso defraudar, não posso cair, tenho de seguir em frente na esperança que a carga alivie com o tempo de descanso que vem com o Inverno, e com mais uns dias de férias que se avizinham. Creio que assim será!

Mas, estou bem, este lado emocional é que podia ser mais simpático e portar-se melhor!

 

Participação do desafio da Ana de Deus

24.03.22

Histórias da vida real - I - Maria

Porque todos somos feitos de histórias.


imsilva

da3f92f97ae091f3f46e5dde596f7265.jpg

 

Maria reformou-se.

Maria chegou à idade da reforma e reformou-se. Maria queria fazer companhia ao marido aposentado por imposição há uns anos atrás, e com alguns problemas de saúde, apesar de muito activo.

Maria, a rapariga mais velha de 7 irmãos, e que com a morte prematura da mãe teve de ajudar a criar os irmãos mais novos, sendo ela também muito jovem.

Maria tem um coração do tamanho do mundo, sempre pronta a ajudar o próximo.

Maria não tem filhos, uma dor nunca superada. Maria tem sobrinhos por quem se desvela.

Maria tem paixão pelo seu marido, e durante os seus problemas de saúde (renais) foi um forte suporte, sem nunca abdicar da luta e conseguindo uma estabilidade que se traduziu numa vida cuidada e normalizada.

O marido de Maria adoece gravemente 15 dias depois de Maria se reformar.

O marido de Maria está entubado e ligado a uma máquina.

O marido de Maria morreu.

Maria reformou-se, e ficou sozinha.

19.10.20

A vida é criticável?


imsilva

20181114_221218_c6349698-607f-44f4-b047-00b3cf4922

Será a vida criticável?

Durante o caminho que se faz, passos que são dados por ruas, avenidas, largos, travessas, becos, pelos cruzamentos que se nos apresentam pela frente, serão as decisões tomadas, passíveis de criticas?

Quando fazemos o nosso melhor, quando damos passos em frente e depois temos a coragem de retroceder, ou a capacidade de atravessar o rio a nado para alcançarmos a outra margem, não seremos dignos de admiração?

A vida é uma sacana que se nos apresenta de uma maneira, quando o que ela quer é ser tratada de outra. E nós temos de adivinha-la.

Já dizia o outro " Quando julgas que tens as respostas, vem a vida e muda-te as perguntas".

Todos os dias é uma luta para ultrapassar obstáculos, para deslindarmos enigmas, para nos desenvencilharmos de pesos mortos, para alcançarmos aquele objectivo que nos vai fazer sorrir e viver melhor, e que nos vai fazer sentir que vale a pena a caminhada.

E quando algo corre mal, quando o imprevisto acontece, poderemos ser culpados ou a culpada terá sido a vida?

A vida é uma batalha todos os dias. Por isso não vale a pena vivê-la com críticas, com amuos, com rancores.

Será a vida criticável? Não, não creio, a vida será entendível.