Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

17.09.21

Tardes de Setembro - Eugénio de Andrade


imsilva

20200908_201209.jpg

Tu és a esperança, a madrugada.
Nasceste nas tardes de Setembro,
quando a luz é perfeita e mais doirada,
e há uma fonte crescendo no silêncio
da boca mais sombria e mais fechada.

Para ti criei palavras sem sentido,
inventei brumas, lagos densos,
e deixei no ar braços suspensos
ao encontro da luz que anda contigo.

Tu és a esperança onde deponho
Meus versos que não podem ser mais nada.
Esperança minha, onde meus olhos bebem,
fundo, como quem bebe a madrugada.

Eugénio de Andrade 
In "As Mãos e os Frutos"

10.01.20

desafio de escrita dos pássaros #17

Luz e Sombra


imsilva

05ed6c16a60df38910faaa92dbb074b5.jpg

E apareceu a luz

estava claro

havia calor

parecia um sol

encontrei alegria

era aberto

continha amor

 

E veio a sombra

estava escuro

havia frio

parecia a lua

encontrei tristeza

era fechado

continha ódio

 

E o claro e o escuro misturaram-se, numa amalgama de tons, na alma sentiram e ouviram uma sinfonia sem sons.

E a luz e a sombra começaram a dançar, valsaram e enlouquecidos rodopiaram sem parar.

E então pararam e assustados, interrogaram, reclamaram, imploraram, e por fim...choraram.

E entre silêncios e gritos, ambiguidades, sentimentos, dúvidas e certezas, foi criado o coração do bicho, coisa, homem.