Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

Agosto 09, 2023

imsilva

FB_IMG_1691333164013.jpg

O filósofo alemão do século XIX, Friedrich Nietzsche, quis dizer nesta afirmação que há coisas que ele deliberadamente escolheu não conhecer ou não querer saber.

Ele acreditava que a sabedoria também envolve saber definir limites para o conhecimento, reconhecendo que nem tudo precisa ou deve ser conhecido.

Isto pode ser uma forma de preservar sua própria sanidade mental, evitar sobrecarregar-se com informações desnecessárias ou prejudiciais, ou mesmo manter a liberdade intelectual ao escolher suas áreas de interesse.

  -  Friedrich Wilhelm Nietzsche. " Crepúsculo dos Ídolos: Como se filosofa com o Martelo".

Algo que me ajuda a entender o porquê de não querer aprofundar tantos assuntos do nosso mundo e da vida. É só auto-preservação! Quando nada posso fazer por o que está fora do meu alcance, quando não existem provas e factos de conflitos externos à minha vida, quando tudo acontece fora do meu entendimento e notóriamente sinto-me enganada, simplesmente, não quero saber mais do que o necessário para não me sentir fora do planeta. O amigo Nietzsche ajudou-me a entender o cerne da questão.

Julho 17, 2023

imsilva

FB_IMG_1689408495003.jpg

 

(...) Faz parte dos meus lazeres ler tudo: consequentemente, ler aquilo que me livra de mim mesmo, que me deixa passear em ciências e almas desconhecidas. Ler relaxa-me da minha própria seriedade.

Friedrich W. Nietzsche, in 𝘌𝘤𝘤𝘦 𝘏𝘰𝘮𝘰
Imagem de Lisa Aisato, (Noruega, 1981- )

Livro dos contos de natal do Blog

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Livro dos contos de natal 2 do Blog

Em destaque no SAPO Blogs
pub