Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

pessoas e coisas da vida

pessoas e coisas da vida

28.02.20

desafio de escrita dos pássaros #2.5

Desejos e sonhos


imsilva

6d4e1a859cdda16bfe16d9f6937fc139.jpg

Mandaram-na desejar, e ela desejou, sonhou e ansiou

E quando olhou para o sol, sorriu

Era outro dia, mas... era diferente...

Tem cuidado com o que desejas, lhe disseram

E ela teve cuidado, desejou muito e bem

A luz era maravilhosa,

com as tonalidades mais belas que se possam imaginar

Cada uma a ser suplantada pela outra

Os sons eram absolutamente divinais

Murmúrios apaixonados da Natureza

Repercutindo notas de amor ao vento

O sentimento de gratidão e felicidade subia gradualmente

Até ser algo que já não cabia

Até extravasar pelos sentidos

Todos os passos foram dados

como se não acontecessem

e não tivessem existido

A brisa pairava e acariciava

e aquecia todas as partículas do seu ser

Era fino, era transcendental, era maternal

Até acordar...

Até perceber que não era

Até a vida se apresentar

Até compreender que a luz que vê

é de um dia cinzento

Que o som que ouve é o da chuva

Que o sentimento é de frustração

Que os passos que têm que ser dados, são obrigação

Que a brisa se transformou num ar gelado

direitinho ao coração

Que o medo existe e não se recomenda

E afinal nem existe a paixão

Foi um dia devorado pela percepção da luz

do som, do sentimento, dos passos e da brisa

Mas, mandaram-na desejar, e ela desejou...

Mandaram-na sonhar, e ela sonhou...